quinta-feira, 17 de novembro de 2011

É hora de perambular





Durante a correria cotidiana , bebendo goles e goles frenéticos de café para não deixar esfriar, escrevendo com prazos, dividindo com a humanidade além dos problemas coletivos nossos fardos íntimos. Não nos damos conta de muitos detalhes.

Ontem quando o sol se pôs atrás do horizonte, o meu mundo ficou mudo enquanto um raciocínio incomum brotou na minha mente.

Ali, eu sozinha, quando menos esperava, refleti sobre os deuses e o papel que atribuímos a eles. Já parou para pensar em quantas coisas estão ao nosso alcance e simplesmente deixamos a responsabilidade de fazer acontecer a cargo do senhor destino?

Veja bem, não estou falando de fé, nem tampouco de religião. A covardia é característica de ateus e não ateus, porque longe das questões espirituais somos seres humanos caminhando por aqui, sempre renegando o nosso papel real.

É muito cômodo esperar que o destino, o acaso, os deuses e forças do universo ou seja lá no que você acreditar, se encarreguem de trazer aquilo que desejamos e todas as coisas boas das quais precisamos, enquanto lunaticamente mergulhamos em um poço fundo de preguiça. Repetindo o mantra "dias melhores virão". E quem você acha que vai trazê-los?

Lutar pelo que se acredita e deseja é o clichê que atravessa os séculos sem perder sua verdade. Um dia eu disse que o destino é um bom senhor de face desconhecida que nos dá somente aquilo que merecemos da vida. Tudo é uma troca justa.

Vou esperar Deus ser bom e me dar aquilo que desejo? Sentada à beira da estrada eu vou esperar eternamente, por que aquilo que eu não for buscar com minhas pernas não virá pelo esforço de outros, quem dirá do destino que não é palpável.

Quem não semeia não colhe. Está na hora de perambular em busca do que é nosso.

11 comentários:

  1. Verdade,ficar apenas esperando que as coisas caiam do céu,acho que não vai acontecer.
    Deus da apenas o que é necessário. O "extra" tem que ser buscado com muito suor, força de vontade e objetivo.

    ResponderExcluir
  2. Perambulando ou não: Just do it.

    ResponderExcluir
  3. é Lorão, tem muita gente que vive esperando que a felicidade ou momentos felizes venham bater a porta, mas temos que ir buscá-la, é hora de perambular...

    ResponderExcluir
  4. Depois do post Troca, esse é O TOP!
    Quer dizer, deixa eu ler de novo!

    ResponderExcluir
  5. Acho que está no mesmo patamar do Troca!
    Me fez pensar e acho que vai ficar na mente o dia todo!
    Os melhores escritores são aqueles que conseguem colocar as palavras em nossas mentes sem que a gente perceba!
    EUREKA!

    ResponderExcluir
  6. Acho que Deus ajuda você conseguir a felicidade e não te da. Você tem ir burca-la e Deus apenas te guia pelo melhor caminho.

    ResponderExcluir
  7. E mesmo que Deus queira nos guiar pelo melhor caminho, cabe a nós decidir qual seguir, e nem sempre o caminho que escolhemos é o que Deus escolheu. O mundo usa bem o libre arbítrio.

    ResponderExcluir
  8. Quem vive de espera, nao vive, apenas existe! Viver é se arriscar, quebrar a cara de vez em quando,correr atrás do que queremos, do contrário, inertes, nunca consiguiremos nada...

    ResponderExcluir
  9. Ótimo pensamento Jéssica.
    Ao meu ver, é assim que as pessoas devem agir quando deparadas aos desafios da vida. Pedir proteção e aquilo que deseja não é se preparar. É uma pena, pessoas acreditam no mantra "dias melhores virão" só por acreditar. Não basta acreditar, tem que fazer acontecer. Sei lá, eu acho.

    ResponderExcluir
  10. Jéssica, prometei a visita e aqui estou. Parabéns pelo blog, moça. Gostei bastante deste post. É isso aí, refletindo e fazendo as pessoas refletirem! Beijo, Duda :)

    ResponderExcluir